Domingo
22 de Setembro de 2019 - 
ADVOCACIA TRABALHISTA, CÍVEL E PREVIDENCIÁRIO
RIBEIRÃO PRETO E REGIÃO

Controle de Processos

Newsletter

Últimas notícias

TJSP estabelece meta de reduzir em 40% consumo de copos plásticos

Tribunal também busca atualizar diretrizes de sustentabilidade.           Canudos, sacolas, garrafas, copos e embalagens dos mais persos produtos. Basta prestar atenção em nossos hábitos de consumo para entender por que o Brasil é o 4º maior produtor de resíduo plástico do mundo, atrás apenas de Estados Unidos, China e Índia. E entre os grandes consumidores desse material, o País é o que menos recicla, de acordo com estudo do Fundo Mundial para a Natureza (WWF, sigla em inglês). Reciclamos apenas 1,2% do total de 11 milhões de toneladas de lixo plástico geradas por ano, enquanto a média global é de 9% de reciclagem.         Ciente dessa situação, o Tribunal de Justiça de São Paulo realiza a campanha #menosplástico com o objetivo de reduzir em 40% o consumo de copos descartáveis até o fim deste ano. Em 2018, foram descartadas 34 milhões de unidades pelos cerca de 50 mil agentes públicos (magistrados, servidores e terceirizados) nos mais de 700 prédios em todo o Estado.         A campanha consiste em um trabalho de conscientização para a mudança do hábito de consumo. Por meio de comunicados, e-mail marketing e banners na intranet, os funcionários são incentivados a adotar materiais reutilizáveis. A iniciativa conta com o apoio da Diretoria de Administração Predial (SAAB2).         A ação disponibiliza canais eletrônicos para os servidores compartilharem fotos com suas canecas. Na primeira semana da campanha, lançada no Dia Mundial do Meio Ambiente, em 5/6, foram enviadas cerca de 250 fotos, utilizadas para ilustrar a comunicação sobre o tema. Durante os próximos meses, as peças com as imagens recebidas serão publicadas semanalmente, às quartas-feiras.                  Plano de Logística Sustentável         O TJSP tem buscado ano a ano implementar políticas de consumo sustentável. Exemplo dessa orientação é o Plano de Logística Sustentável (PLS), implantado em 2015, que formaliza objetivos, metas e indicadores relacionados à economia de recursos, como consumo de copos descartáveis e outros suprimentos.         Ao longo de quatro reuniões técnicas realizadas entre consultoria especializada e integrantes da Comissão do PLS, foram identificadas novas estratégias para alcançar padrões globais de gestão sustentável e uso eficiente de recursos naturais.         “Concluída a providência de revisão do PLS, poderemos avançar no estabelecimento de métodos de avaliação e comparação de bens, materiais ou serviços em função do seu impacto ambiental, social e econômico, o que nos trará uma visão sistêmica dos processos de compras voltada à sustentabilidade”, explica a juíza Ana Rita de Figueiredo Nery, assessora de Tecnologia Gestão e Contratos (TGC) da Presidência do TJSP, e integrante da Comissão do PLS.         A atualização periódica das metas de economia de consumo de recursos e de redução do impacto ambiental do PLS está prevista na Resolução nº. 201/2015 do Conselho Nacional da Justiça (CNJ).           N.R.: texto originalmente publicado no DJE de 12/6/19.                    imprensatj@tjsp.jus.br
12/06/2019 (00:00)
Visitas no site:  285001
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.