Domingo
20 de Outubro de 2019 - 
ADVOCACIA TRABALHISTA, CÍVEL E PREVIDENCIÁRIO
RIBEIRÃO PRETO E REGIÃO

Controle de Processos

Newsletter

Últimas notícias

Integrantes do CSM são recebidos no Comando Militar do Sudeste

Reunião-almoço sela relação institucional.           Cinco dos integrantes do Conselho Superior da Magistratura do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, os desembargadores Manoel de Queiroz Pereira Calças (presidente), Artur Marques da Silva Filho (vice-presidente), Geraldo Francisco Pinheiro Franco (corregedor-geral), José Carlos Gonçalves Xavier de Aquino (decano) e Fernando Antonio Torres Garcia (presidente da Seção de Direito Criminal) e o chefe da Assessoria Policial Militar do TJSP, coronel PM, Sérgio Ricardo Moretti, foram recebidos, na última segunda-feira (7), pelos integrantes do Exército Brasileiro, no Comando Militar do Sudeste, sob o comando do general Marcos Antonio Amaro dos Santos, que está em São Paulo desde julho.            Além do ex-presidente do Tribunal de Justiça Militar, coronel PM Antonio Augusto Neves, também, recepcionaram os integrantes do CSM, o general de exército Modesto; os generais de pisão Archias e Novaes; os generais de brigada Szelbralikowski, Morata, Carmona e Fayard; os coronéis Taranto, Porto, Castelli, Moura, Mattos, Morais Weber, Vieira Silva, Taulois e Tibério.         Nas palavras do anfitrião, comandante Amaro, o anfitrião da reunião-almoço, “o Comando Militar do Sudeste tem relacionamento direto e próximo com o Judiciário paulista. No tempo que tenho em São Paulo já constatei a simplicidade e a união entre as duas instituições. Estamos todos à disposição para as necessidades que se apresentem”.         O presidente Pereira Calças relembrou, como sempre que oportunidade o faz, as lições de hierarquia, disciplina e amor à Pátria, numa saudação especial ao Exército de Caxias, lições essas que incutiram em sua formação aprendizados que permanecem desde sua juventude, nos idos de 1968. “A união institucional tem sido uma constante em todos que nos precederam. Ainda tenho minha farda guardada, embora, na época, tivesse 53 quilos e 18 anos. Tenho orgulho dela pelo fato de o Exército Brasileiro tão bem representar nosso país. O Judiciário e o Exército, instituições coirmãs, atuam com legalidade e respeito à hierarquia. No Judiciário não hierarquia jurisdicional, mas administrativamente trabalhos em sistema hierárquico. Agradecemos a lhaneza e fidalguia dos integrantes do Comando Militar do Sudeste que nos recebem nesta data.”   Saiba mais sobre o CSM: - Em 24 de julho de 1946 (Decreto-Lei nº 9.510) foi criada a Zona Militar do Centro, com Sede em São Paulo, com comando cumulativo com o da 2ª Região Militar. Abrangia todos os comandos e forças com sede nos territórios dos Estados de São Paulo, Mato Grosso e Minas Gerais (2ª RM, 4ª RM e 9ª RM); - Em 17 de novembro de 1947 (Aviso Ministerial nº 984) o Comando da Zona Militar do Centro e Comando da 2ª Região Militar se separaram; - Em 31 de janeiro de 1953 (Portaria Ministerial nº 58) foi excluído o Estado de Minas Gerais, (4ª RM) da jurisdição da Zona Militar do Centro; - Inicialmente, o Comando da Zona Militar do Centro instalou-se no 2º andar do Ministério da Guerra, na  cidade do Rio de Janeiro, então Capital Federal. Em 27 de janeiro 1953, o Quartel-General da Zona Militar do Centro se deslocou para a cidade de São Paulo, onde se instalou no quartel o 2º Esquadrão de Reconhecimento Mecanizado (rua Manoel da Nóbrega, 887); - Em 5 de novembro de 1954, o Quartel-General da Zona Militar do Centro foi transferido para a rua Conselheiro Crispiniano nº 378, em São Paulo; - Em 28 de agosto de 1956 (Decreto nº 39.863) foi extinta a Zona Militar do Centro e criado o II Exército com sede em São Paulo e jurisdição sobre o território dos Estados de São Paulo e Mato Grosso (2ª e 9ª RM); - Em 18 de março de 1961, foi constituída a Comissão Provisória encarregada dos trabalhos preliminares necessários à construção do novo Quartel General do II Exército, no Ibirapuera; - Em 7 de maio de 1968 foi inaugurado o edifício destinado ao Quartel-General II do Exército e Quartel-General da 2ª RM; - Em 6 de junho de 1968, o Quartel-General do II Exército completou sua transferência para as novas instalações, situada na confluência das ruas Abílio Soares e Manoel da Nóbrega, no Ibirapuera e, posteriormente, a via pública defronte ao quartel foi denominada Avenida Sargento Mário Kozel Filho, em homenagem ao soldado do 4º Regimento de Infantaria vitimado em ataque terrorista ao Quartel-General; - Mais tarde, foi modificada a denominação de Quartel-General do II Exército para Comando do II Exército, sendo mantidas a organização anterior e sua jurisdição; - O Decreto nº 91.778/85 alterou a denominação do Comando do II Exército para Comando Militar do Sudeste.                    imprensatj@tjsp.jus.br
09/10/2019 (00:00)
Visitas no site:  290916
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.